Existe segredo para a perda de peso?

Somos bombardeados à todo momento com anúncio e propagandas de produtos que prometem o corpo dos sonhos sem esforço através da perda de peso quase instantânea.

Mas estas fórmulas ou métodos milagrosos são na verdade muito prejudiciais a nossa saúde e os consumidores destes “tratamentos” após emagrecerem acabam voltando ao peso inicial (ou muitas vezes ganham mais peso do que tinham antes) e adquirem graves problemas de saúde relacionados à abstinência dos componentes destas fórmulas (http://drauziovarella.com.br/dependencia-quimica/formulas-milagrosas/).       


Emagrecer com qualidade:

É preciso colocar o bem estar e a segurança de nossa saúde em primeiro lugar. Para isso é preciso entender melhor sobre o mecanismo natural da perda de peso.

É importante lembrarmos que existem diferenças individuais significativas relacionadas aos mecanismos de consumo e gasto de energia, portanto o controle do peso corporal está fortemente associado ao conceito de Equilíbrio Energético, o que torna as dietas e a prática de atividades físicas aliadas indispensáveis quando queremos “entrar em forma”.

O que é Equilíbrio Energético?

É a relação entre o que se consome de energia, traduzido pela quantidade de calorias dos alimentos que compõem a dieta, e o gasto de energia que está associado ao equivalente energético do trabalho biológico realizado.

A energia dos alimentos ingeridos ou a energia gasta pelo trabalho biológico pode ser medida em quilocalorias – kcal. A maior unidade de calor, ou a quilocaloria é igual a 1000 calorias.

A quantidade de “calorias” que não for queimada, produzindo trabalho biológico, é armazenada na forma de gordura. Então, é importante que se mantenha um nível de atividade física correspondente ao consumo energético, ou vice-versa, para que haja uma manutenção do peso corporal.

A relação consumo-gasto de energia apresenta três possíveis situações:

• Equilíbrio energético POSITIVO: quando o consumo excede o gasto energético. O indivíduo consome mais calorias do que gasta em suas atividades diárias. O que resulta em proporcional aumento no peso corporal.

• Equilíbrio energético NEGATIVO: quando o gasto excede o consumo energético. O indivíduo queima mais calorias em suas atividades diárias do que consome na alimentação. Resultando em proporcional diminuição no peso corporal.

• Equilíbrio ISOENERGÉTICO: quando o gasto e o consumo de energia estão iguais. O individuo consome e gasta a mesma quantidade de calorias. Em uma relação energética equilibrada não deverá haver modificações no peso corporal.

Ingestão em excesso = Ganho de gordura.

Acumular gordura é a maneira que o corpo tem de lidar com as calorias extras consumidas acima do nível necessário. O corpo simplesmente não esquece da fatia extra de queijo, do biscoito com requeijão, da pizza calabresa, ou de três colheradas de sorvete com pedaços de chocolate e calda!

Não existem formulas milagrosas para o emagrecimento ou para o ganho de peso corporal. Embora exista uma influência genética forte na constituição da composição corporal, o peso corporal recomendável acaba resultando da combinação de uma dieta saudável e de um estilo de vida fisicamente ativo.

Além de auxiliar no controle do peso corporal, uma dieta balanceada relacionada à uma rotina de atividades e exercícios físicos (adequados e orientados por um profissional especialista), são elementos que possuem grande influencia na aquisição de uma boa qualidade de vida.

Abaixo lembramos os benefícios da prática regular de atividades físicas:

• Diminuição da pressão arterial;

• Aumento da força e da elasticidade muscular;

• Melhora do funcionamento do sistema cardiovascular;

• Favorece a redução do peso corporal;

• Melhora no perfil das gorduras;

• Preserva e aumenta a massa muscular;

• Melhora nos níveis de açúcar no sangue;

• Melhora a autoimagem e combate a depressão;

• Promove a sensação de bem-estar e melhorar a qualidade de vida;

Muitas vezes já sabemos, na teoria, o que necessário e importante para nossa vida presente e futura. O que falta é usar este conhecimento na prática. Então não espere para começar a cuidar de você. Movimente-se! Para uma vida mais feliz agora e sempre.

Fonte: Denis Marcelo Modeneze: http://www.fef.unicamp.br; http://drauziovarella.com.br